Assembleia Municipal aprova contas de 2017

A Assembleia Municipal de Lisboa reuniu no dia 15 de maio numa sessão que ficou marcada pela aprovação das contas de 2017.

No âmbito do PAOD, os Deputados Municipais André Couto e Manuel Portugal Lage apresentaram as posições políticas do Grupo Municipal do Partido Socialista quanto aos documentos em apreciação.

Na apresentação das contas, o Presidente da Câmara Municipal de Lisboa, Fernando Medina, destacou a solidez das contas do município. Esta solidez, sem precedentes em muitas décadas, advém de três fatores: a redução da dívida e aumento da receita, em simultâneo com investimento em máximos históricos, a redução e uma melhor preparação para as contingências.
Referiu ainda que hoje, por razão da saúde financeira do Município de Lisboa, será possível desenvolver o Plano Geral de Drenagem, o reforço do edificado escolar da cidade e os incrementos previstos para a habitação e transportes.
Por último, o Presidente da Câmara Municipal de Lisboa destacou a importância do trabalho do Vereador João Paulo Saraiva e da Direção Municipal de Finanças para o resultado obtido.

O Deputado Municipal Hugo Lobo fez a apreciação da Proposta n.º 226/CM/2018, relativa às Demonstrações Financeiras e Relatório de Gestão 2017 do Município de Lisboa, saudando o excelente trabalho da Câmara Municipal, na pessoa do seu Presidente, Fernando Medina, e do seu Vereador das Finanças, João Paulo Saraiva.
Estes documentos espelham bem o desempenho favorável da atividade do Município e uma redução histórica de dívida.
Por fim, em resposta a algumas bancadas da oposição, lembrou que não é sério e coerente atacar o executivo afirmando que, há 6 meses, fizeram muitas obras e todas ao mesmo tempo porque havia eleições e agora no debate sobre as contas vir afirmar que a Câmara executou pouco e que devia ter feito mais.